É comum que pela influência de amigos (e até mesmo de familiares), alguns adolescentes e jovens tenham contato com bebida alcoólica. Mesmo sendo proibida a venda e o fornecimento em nosso país de álcool para menores de dezoito anos, o que mais a gente vê são menores fazendo o uso do mesmo.

E não é só isso… mesmo depois da maioridade não podemos negar as consequências que este entorpecente causa.

No entanto, muitos cristãos, especialmente jovens e novos convertidos, têm grandes dúvidas em relação sobre a bebida alcoólica. Isso porque existe quem defenda que a bebida alcoólica não é errado e pode se fazer o uso dela com moderação; por outro lado há quem defenda que o álcool mesmo que em moderação não é saudável para o cristão.

Por isso eis a questão: O que a Bíblia tem a dizer sobre bebidas alcoólicas? É lícito ou não para um cristão?

O consumo de bebida alcoólica pode trazer danos graves à saúde

Em primeiro lugar, quero destacar que o consumo de bebida alcoólica pode prejudicar gravemente o seu corpo e fazer com que você desenvolva sérias doenças físicas e mentais. Por esta razão, cito abaixo uma pequena lista das principais doenças causadas pela ingestão do álcool.

  • Problemas no fígado. Doenças como o acúmulo de gordura no fígado (esteatose hepática), inflamação do fígado (hepatite alcoólica) e perda gradativa das funções do fígado (cirrose alcoólica).
  • Gastrite. A bebida alcoólica pode irritar o revestimento do trato gastrointestinal e causar inflamação no estômago, o que conhecemos como gastrite.
  • Pancreatite. É uma doença que afeta o tecido do pâncreas e faz com que ele diminua de tamanho, sendo os danos irreversíveis. Um dos principais sintomas são fortes dores na região abdominal.
  • Hipertensão. O consumo frequente de álcool aumenta a pressão sanguínea e isso contribui para o desenvolvimento de doenças cardíacas e acidentes vasculares cerebrais (AVCs).
  • Danos no sistema nervoso. A neuropatia é uma doença que causa danos no sistema nervoso central periférico, ou seja, afeta os nervos em todas as partes do corpo, mas os efeitos que ocorrem com mais frequências são nas mãos e nos pés, com uma sensação de formigamento repentina.
  • Câncer. Aumenta o risco de desenvolvimento de diversos tipos de câncer, como câncer de fígado, garganta, boca, cólon e mama.
  • Ansiedade e depressão. A bebida alcoólica é conhecida por causa alterações de humor e desencadear transtorno de ansiedade, depressão e distúrbios do sono.
  • Dependência química. O vício em álcool faz a pessoa consumir a bebida alcoólica todos os dias e, em casos mais graves, leva ao dependente a perder a sua vida social além de gastar tudo o que tem e fazer dívidas para sustentar o seu vício.

O consumo de álcool causa graves consequências

“Quem só fica chorando as mágoas? Quem sempre se faz de vítima? Quem vive arrumando brigas? Quem tem os olhos vermelhos e inchados? É aquele que não larga a garrafa, que bebe álcool como água. Não se deixe levar pelo aroma nem pelo delicioso sabor do bom vinho. Mas pense antes na ressaca que vai ter — aquela dor de cabeça e aquele enjoo insuportáveis. Você quer mesmo ficar lerdo, falar com a língua toda enrolada, Andar cambaleando por aí, como aqueles bêbados de rua?

(Provérbios 23.29-34)

Como você mesmo pode ler na citação acima do livro de Provérbios na Bíblia Sagrada, o consumo de álcool está relacionado a diversas tragédias, porque uma pessoa embriagada perde a capacidade de discernimento e tem comportamentos vergonhosos.

Quem nunca ouvir falar de um acidente de trânsito causado por alguém que estava bêbado com vítimas fatais? E quem nunca ouviu falar de pessoas bêbadas que se envolveram em algum acidente doméstico grave? Quem nunca presenciou uma briga de família causadas por pessoas que beberam demais?

E quem nunca ouviu falar de maridos bêbados que ficam agressivos por causa do álcool e agridem suas esposas? E quem nunca ouviu falar de mulheres embriagadas que perderam a consciência e foram vítimas de abuso?

A lista de das consequências graves que o consumo do álcool causa é imensa…

O que a Bíblia diz sobre bebidas alcoólicas

A Bíblia Sagrada condena o consumo de bebidas alcoólicas e nos aconselha a não andar com pessoas que bebem, porque podemos acabar nos sentindo tentados a beber também. “Não ande com gente que bebe demais” (Pv 23.20).

Os cristãos “não devem beber vinho nem outras bebidas alcoólicas. Quando eles bebem, não lembram das leis” de Deus (Pv 31.4b,5a).

Ainda desaprova pessoas que levantam cedo para começar a beber e que ficam até tarde consumindo álcool a ponto de quase perder a consciência. “Ai dos que passam o dia inteiro bebendo cerveja e vinho, desde a madrugada até tarde da noite, e ficam completamente bêbados!” (Is 5.11).

Condena veemente a prática que alguns jovens costumam fazer de misturar bebidas alcoólicas para encher a cara e se gabarem de quanta bebida conseguem ingerir. “Ai dos que são campeões de beber vinho, que vencem apostas de misturar bebidas alcoólicas” (Is 5.22).

Além disso, reforça as consequências graves que o consumo de bebidas alcoólicas causa na vida das pessoas. “O álcool leva a brigas” (Pv 20.1b). E classifica a embriaguez como obras da carne (Gl 5.19-21).

Por fim, as Escrituras dizem: “Não tome vinho nem cerveja” (Jz 13.4).

O cristão pode beber com moderação?

Existem algumas pessoas que defendem que o cristão pode ingerir bebida alcoólica se for com moderação, baseado em uma passagem que diz: “Não se embriaguem com vinho, que leva à libertinagem, mas deixem-se encher pelo Espírito” (Ef 5.18). Essas pessoas afirmam que o pecado está apenas na embriaguez.

Vejamos, então, algumas passagens mais usadas na defesa do consumo moderado de álcool e os contra-argumentos a essa interpretação:

“Mas Jesus transformou água em vinho…”

E quem disse a você que o vinho era embriagante? Caso a bebida fosse alcoólica teríamos que concluir que boa parte dos convidados daquela festa já estavam bêbados, visto que consumiram o estoque todo; que a mãe de Jesus estava lamentando a falta de bebida alcoólica; que Jesus estaria oferecendo mais ou menos 700 litros de bebida alcoólica para garantir que todos os convidados ficassem embriagados; além de estar começando o Seu ministério dando valor a um bando de bêbados, contrariando a Palavra:

“Quem vocês pensam que são, convidando os vizinhos para suas festas, com bebida à vontade, enredando-os nas suas orgias? Acham que isso é diversão? Errado! É o chamariz da desgraça.”

(Habacuque 2.15)

“Jesus tomou vinho na última ceia, por que beber seria pecado?”

A Ceia do Senhor foi instituída durante a celebração da Páscoa, que segundo a lei de Moisés (Ex 12.14-20) proibia o consumo de qualquer alimento ou bebida fermentada nesse período. Portanto, Jesus tomou o suco natural de uva, usado com frequência nas refeições e não uma bebida alcoólica.

“Paulo orientou Timóteo que bebesse um pouco de vinho, isso significa que eu posso tomar um pouco também?”

Não! Nesta passagem (1 Tm 5.23), o apóstolo Paulo aconselhou Timóteo a utilizar o vinho como remédio. É importante lembrar que naqueles tempos, o vinho era um bom remédio para o estômago, mas que hoje possuímos medicamentos com efeitos mais eficazes, reconhecidos cientificamente do que o oferecido pelo vinho fermentado.

Conclusão

Nas páginas da Bíblia, vemos personagens que enfrentaram amarguras e aborrecimentos por causa da bebida alcoólica. Você se lembra da bebedeira de Noé que, de gole em gole, perdeu a lucidez atraindo desgraça para dentro de casa (Gn 9.20-27)? Por isso, o caminho da abstinência total de bebida alcoólica é o recomendado para o cristão.

Espero que este conteúdo tenha sido útil para a sua vida. Se você gostou, compartilhe com seus amigos e familiares este artigo. E se tem alguma dúvida sobre este ou outro assunto, deixe nos comentários. Aproveito para te convidar a nos seguir no Instagram @GarotasfasdeCristo e no Twitter @_GFDC. Mil Beijinhos…

Meu e-mail: abileneleite96@gmail.com

One thought on “É pecado consumir bebida alcoólica?”

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *