Oi galerinha, hoje quero
conversar sobre um assunto sério com vocês… a relação entre o namoro que a
gente leva, ou pretende levar, e a comunidade que nos cerca (pais,
responsáveis, pastores, líderes, etc.).

Hoje em dia temos visto cada vez
mais jovens crentes levando padrões mundanos para dentro do namoro, ou também
muitos jovens que simplesmente ignoram a permissão dos pais e o momento certo
para se iniciar um namoro, e ainda, aqueles que resolvem ignorar os conselhos e
ensinamentos dados pela comunidade.

Eu não vim aqui para falar sobre os
padrões de namoro que temos e nem discutir qual é o correto, vim para falar
sobre comportamentos a que estamos sujeitos quando queremos muito defender o
nosso ponto de vista, algo do tipo “eu cuido da minha vida e você da sua” (digo
de quando não aceitamos que pessoas que são responsáveis por nós vêm nos
repreender e não daquelas que se intrometem sem a finalidade de nos ajudar).

Quando entramos em um
relacionamento, se temos como objetivo agradar a Deus com ele, devemos estar
abertos a conselhos e a ‘puxões de orelha’ tanto quanto ao apoio. Isso porque
quando se assume um compromisso com tamanha responsabilidade e se coloca tal
compromisso nas mãos de Deus, Ele mesmo se encarrega de usar pessoas próximas
da gente para nos ajudar a enxergar aquilo não O está agradando.

Quando estamos dentro do
relacionamento temos uma visão limitada conduzida pelos nossos sentimentos, mas
quem está de fora pode estar vendo algo que para você não seja nada de mais,
mas que para ele pode ser escandaloso e para Deus, pecaminoso.

Certa vez ouvi falar que não tem
nada de mais fazer as coisas desde que não seja escondido, que é pior aqueles
que na frente de todo mundo são quietinhos, mas escondido só Deus sabe o que
fazem. Vendo esta frase e lembrando de uma passagem de Paulo, penso que quem
faz as coisas na frente de todos não é nem um pouco mais santo do que o que faz
escondido. Esta passagem em Romanos 14.21 diz: “… nem fazer qualquer outra coisa com o que teu irmão venha a
tropeçar (ou se ofender ou se enfraquecer)”.
Este é um conselho de Paulo
para que não venhamos a fazer o nosso irmão pecar através do que ele nos vê
fazendo, e com isso concluímos que se tem gente reclamando e falando que tá
escandalizando (se não for palavra de Deus pra você) pode saber que você está
fazendo essa pessoa pecar por causa do seu testemunho ou mau testemunho.

Joshua Harris diz em seu livro Garoto encontra garota

“O papel da
comunidade no romance cristão é tanto bíblico como lindo. Se você observar
melhor, acho que descobrirá que envolver a comunidade pode, na verdade,
aumentar a alegria de seu relacionamento e a oportunidade dele se tornar um
relacionamento duradouro, profundamente romântico e que glorifique a Deus”.

Se você quer viver um romance que
glorifique a Deus, então aceite as opiniões, as broncas, os conselhos, julgando
eles através da Bíblia, é claro, e tendo certeza de que todas essas coisas
venham de pessoas que te amam que querem o melhor para você, e não de pessoas
que estejam criticando movidos por inveja. Faça de seus pais, pastores e
líderes os seus principais conselheiros, pois eles são pessoas experientes e
foram escolhidos por Deus para te conduzirem espiritualmente.

– Solteiros
Para o pessoal que está solteiro,
querendo encontrar logo o varão ou varoa certo, tenho um conselho. Esperem confiantemente
no Senhor, enquanto esperam não fiquem parados, aproveite este tempo que Deus
tem te dado como solteiro para crescer em intimidade com Ele, busquem
sabiamente a vontade de Deus acima de todas as coisas, até mesmo acima da sua
própria vontade, se preciso abra mão dela, mesmo que isso signifique sofrer
agora. Deus tem o melhor para você e se for obediente verá que valeu apena
esperar.

Tem também aqueles que estão
enfrentando a situação de descobrir que gosta de uma pessoa que também gosta de
você, mas não tem a aprovação dos pais ou qualquer outro sinal de um NÃO de
Deus. Para esses, digo que sejam pacientes e busquem entender a vontade de
Deus. Os que não tem certeza da vontade de Deus, ponham a prova e estejam
atentos à voz do Senhor, vale dizer que Ele usa pai e mãe, pastor, líder,
amigos, para falar com você.

 Lembrem-se que a vontade de Deus é boa
perfeita e agradável, vem na hora certinha, é só esperar, e que nos muitos
conselhos há segurança e instrução para que sejas sábio.

Então é isso aí, espero poder ajudar pessoas que precisam desta palavra. Que muitos pensem e repensem suas atitudes, decisões e como estão levando o namoro (se há fundamento nas broncas ou não). O obedecer vale mais do que o sacrificar. 
Dúvidas, críticas ou sugestões é só comentar.
Fiquem na Paz do Senhor
Bjs, Dani.

Gostou da postagem?! Então Comente! Para comentar é preciso estar seguindo o Blog!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *