O
filme “À moda antiga” tem a proposta de resgatar os princípios cristãos do
namoro, mostrando que tem como sim conhecer a outra pessoa sem ter relações
sexuais. Além disso, apresenta o personagem impondo limites para seu namoro
de maneira radical, revelando assim seu compromisso não só com a pessoa amada,
mas também com seu relacionamento com Deus.

 

Uma
curiosidade sobre o filme “À moda antiga” é que ele estreou propositalmente no
mesmo dia de lançamento de “Cinquenta Tons de Cinza”, como uma maneira de
divulgar os valores cristãos de um amor com pureza em um tempo onde há muita
distorção e banalização sobre o amor e as relações sexuais ao redor do mundo.

 

Sendo
assim, nesta resenha vou compartilhar com vocês a sinopse, a minha opinião
sobre o filme, a trilha sonora e também as falas dos personagens que mais me marcaram
durante o longa-metragem.

 

Título
Original:

Old Fashioned

Ano: 2014

Categoria: Drama, Romance

 

Sinopse

 

De
um passado imoral para uma vida de princípios e fé em Deus. Essa é a trajetória
de Clay. Agora um novo homem, ele abandona sua vida de farras para gerenciar um
antiquário em uma pequena cidade. Por outro lado, chega Amber, uma mulher de
mente aberta que se encanta com as ideias de Clay sobre o amor. Ambos
aprenderão que superar o medo e as feridas do passado pode ser uma tarefa
difícil, mas vital na construção de uma relação sólida que honre a Deus.

 

Minha
Opinião

 

O
filme “À moda antiga” logo de início me conquistou com seu aspecto vintage em
sua fotografia e edições incríveis. As lições que longa-metragem traz vêm de
maneiras bem práticas com conflitos internos que os personagens possuem.

 

Por
um lado, temos Clay que teve uma fase muito imoral em sua vida até que encontrou
a Cristo e mudou de vida. No entanto, ele não se perdoa por ter aprontando
tanto no passado, não conseguindo se libertar de seus traumas e nem aceitar o
perdão de Deus, apesar de conhecer a Palavra.

 

Já do
outro lado da história, temos a Amber que é uma jovem que diz acreditar em
Deus, mas que não pratica essa crença. Ela diz não acreditar em toda a Bíblia e
admite não procurar seguir aquilo que agrada ao Senhor. Além disso, ela não
cria raízes por onde passa, levando uma vida leve, livre e descomprometida busca
sempre viajar por outros lugares quando as coisas começam a dar errado.

 

O
encontro dos dois mostra uma diferença enorme entre o padrão do mundo e o
padrão de Deus para os nossos relacionamentos. A firmeza de Clay em não baixar o
nível de seu comprometimento com o Pai só para não parecer uma pessoa chata ou
exigente demais, nos transmite a mensagem que não podemos abrir mãos dos nossos
princípios por causa de outras pessoas.

 

“À
moda antiga” resgata as convicções de um homem que teme a Deus e que sabe enxergar
o quanto às mulheres precisam ser valorizadas e respeitadas. Outro ponto
importante no filme é quando resolvem pegar uma apostila com perguntas para se fazer antes de se casar para que possam se conhecerem melhor dentro de
um namoro.

 

No
filme há também citações de pessoas famosas, como:

 

“O amor tira a sua alma do esconderijo.”

— 

Zora Neale Hurston

 

“Nossa vida começa acabar
quando nos silenciamos diante de coisas que importam.”

— Martin Luther King

 

“É mais fácil guardar
feriados do que mandamentos.”

— Benjamin Franklin

 


Trilha
Sonora

 

“Autograph”
Trace Marx

 

“Wherever
This Breeze is Blowin’ (Well That’s Where I’m Gonna Go)” – Dennis Davidson

 

“No
Waste In The Wasteland” – The Summer Country

 

“Highway
of Red” – Snapdragon

 

“Filigree”
Vigilantes Of Love

 

“It
Feels So Good” – Shysti

 

“Live
By The Fist” – Mark Preston

 

“Chucky’s
Radio Theme Music” – Dennis Davidson

 

“Air
on the G String” – Kazimir Boyle

 

“No
Place Like You” – Josh Schicker

 

“Bergenfield,
NJ” – Alfa & Marc Lacuesta

 

“Cover
the Distance” – Ruddinn

 

“Party
Hardy Feat. Boastin” – Neo Cartoon Lover

 

“Elevator
Cheese” – Ricky Lindroos

 

“Promenade”
Karisa Wilson

 

“Clocks
& Calendars” – Ivan Colón

 

“Bar
Bounce” – Dennis Davidson

 

“Nobody
Knows The Trouble I’ve Seen” – Phil Ogden, Bryan Steele

 

“Pour
Me More” – Connie Lim

 

“Feel
Like Home” – Roz Bell

 

“Angry
Owners Angry Dogs” – The Mumbles

 

“King
& She” – Abby Posner

 

“Dreams
Pouring Out Of Our Heads” – Dennis Davidson

 

“Joy”
Ralston Bowles & May Erlewine Bernard

 

“Every
Boy And Girl” – Rik Swartzwelder

 

“Break
In The Clouds” – Vigilantes Of Love

 

“I’m
Your Toy” – Michael Raphael

 

“Drive”
Dennis Davidson

 

“In
Love With You” – Roz Bell

 

“Robotica”
DayFly

 

“Choas”
Amoret

 

“Modern
Chart House CML” – Bobby Cole

 

“Ain’t
Where I Used To Be” – Fred Haring

 

“Moses
& Zipporah” – Melissa Otto

 

“Concerto
n.3 in Fa maggiore RV 293 Autunno Allegro CML” – Stefano Seghedoni

 

“Right
For You” – Adam Davidson, Dennis Davidson, Rachel Plating

 

“While
the Days Are Young” – Scott Krippayne

 


Quotes

 

“Nunca
conheci alguém como você!”

 

“Fiz
uma promessa: Nunca ficar sozinho com uma mulher que não seja minha esposa.”

 

“Namorar
é divertido! Ver o sorriso que você traz ao rosto do outro e dar as mãos pela
primeira vez, aprender coisas novas…”

 

“Não
sei se você sabe, mas a metade dos casamentos enfrentam infidelidade. Eu não
quero me divorciar. O amor deve vir primeiro, não o contrário.”

 

“Quando
você for a pessoa certa, quando estiver pronto, sabe. E claro, quando for da
vontade de Deus.”

 

“Muitos
dos limites que antes eram comuns e nós jogamos fora, existem pra nos proteger.
Não precisamos sair por aí usando uns aos outros, ferindo uns aos outros; não
tem que ser assim. É só isso!”

 

“Como
é possível você não ter se casado ainda?”

 

“Quando
ele segurou minha mão naquela igreja, me senti em casa. O que poderia ser
melhor?”

 

“Desde
quando tratar as mulheres com respeito virou piada?”

 

“Pare
de usar a graça de Deus como um muro de tijolos.”

 

 

Você
já teve a oportunidade de assistir ao filme “À moda antiga”? Ou ainda não
assistiu e ficou curiosa para saber o que acontece? Deixe seu comentário. E não
se esqueça de nos seguir no Instagram @GarotasfasdeCristo e em nosso Twitter
@_GFDC. Mil Beijinhos… =*

 

Meu
e-mail: abileneleite96@gmail.com

Gostou da postagem?! Então Comente! Para comentar é preciso estar seguindo o Blog!
One thought on “Filme: À Moda Antiga | #Resenha”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *